Lixo

Todo mundo sabe que um dos grandes problemas das cidades grandes é a questão do lixo. São toneladas e toneladas de resíduos” que todos os dias geramos por consequência de nossas atividades cotidianas. Bom, aqui em Madri, parece que o problema tem sido resolvido, e bem resolvido, de formas inteligentes e bem pensadas.
Salvo essas últimas duas semanas em que Madri enfrentou a greve dos coletores de lixo – onde a cidade ficou literalmente suja com lixos espalhados por todas as ruas e praças – as ruas de Madri eu as considero limpas. Nem tanto, mas comparados com algumas cidades grandes do Brasil, acho satisfatório. Na verdade, em comparação com Brasília (plano piloto), acho que está no mesmo nível. Mas também, os próprios espanhóis reconhecem que há cidades mais limpas, como Barcelona e outras tantas da Europa.

Pois bem, falando um pouco das ruas, a estratégia aqui não é nova, mas diversas vezes já mostrou que dá certo. Se trata de espalhar lixeiras para todos os lados da cidade. Isso mesmo, encher a cidade de lixeiras; aqui em qualquer lugar que você esteja sempre irá encontrar uma lixeira por perto, seja numa praça, perto do mercado, no caminho da faculdade, no estacionamento, enfim, em todos os cantos há lixeiras. Segundo a minha contagem, a cada 40 metros eu encontro uma lixeira – repito: em todos os lugares!  A foto abaixo mostra a distancias entre as lixeiras.

Imagem

Essa é uma estratégia que força as pessoas a terem o costume de não jogar o lixo na rua, mas sim nas lixeiras. Algumas pessoas podem falar: “Ah, mais o povo tem que ser educado”. Sim, aí está, a educação das pessoas em jogar o lixo na lixeira é feita de forma forçada! Mas funciona. Ou seja, se a pessoa está comendo um salgadinho ou uma bala ela dá alguns passos e logo encontra uma lixeira ao seu lado, isto é, não precisam desviar seus caminhos para procurar uma lixeira. E assim, as pessoas criam o costume de só jogarem o lixo na lixeira, mantendo as ruas limpas.

Outra coisa interessante, é que estas lixeiras não são lixeiras “comuns”. Elas possuem além do compartimento para pôr o lixo comum, um espaço para as guimbas de cigarro e um outro compartimento que vem com pequenas sacolinhas para as pessoas recolherem as fezes dos seus cachorros, evitando assim, que as ruas estejam com guimbas de cigarro e cocôs de cachorros (ver foto).

Imagem

Além dessas lixeiras, em cada quarteirão – ou a cada 2 quarteirões – estão distribuídos containers que são separados por tipo de lixo (papeis, vidros e plásticos).

Imagem

Entrando na questão da coleta seletiva, pelo menos aqui em Madri, parece que funciona bem. Nestes containers qualquer pessoa pode depositar seu lixo (separado), para depois o caminhão correspondente aquele tipo de lixo vir e recolhe-lo (vídeo abaixo). Nas casas as pessoas são obrigados a separar seu lixo e, se não separam pagam multas (não são baratas!). Cada dia da semana há o tipo de lixo certo que os caminhões passam recolhendo. Por exemplo, o lixo com plásticos e vidros é recolhido na segunda-feira, na terça é a vez dos papéis, na quarta novamente plásticos e vidros e assim por diante. O lixo orgânico é recolhido todos os dias, exceto nos domingos.

Se aqui em Madri já é bom, em Barcelona é melhor ainda. Ali eles tem um sistema subterrâneo de coletores de lixos que é incrível. Deixo abaixo um vídeo que saiu no jornal, onde mostram este inteligente sistema.

 Trazendo a análise para Brasília, é vergonhoso não termos sequer a coleta seletiva e muito menos um aterro sanitário adequado para o nosso lixo. Se não me engano agora que estão construindo um decente, depois de mais de 50 anos da criação da cidade. Pela gravidade e importância do tema, isto deveria ser uma das primeiras ações ao se construir uma cidade deste tamanho.

Contudo, acho que o mais válido é sabermos que podemos sim ter um sistema de conscientização e descarte do lixo. Não digo que precisamos de um sistema subterrâneo como Barcelona, mas vamos lá, comecemos então distribuindo lixeiras por toda a cidade e vejamos o que acontece.

E vocês, o que pensam?? Vamos lá galera, comentem e participem! É ruim só eu escrever e não saber o que vocês acham. E lembrem-se, façam críticas, correções e sugestões de novos posts. 😉

Anúncios
Nota | Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Lixo

  1. wilson disse:

    TEM TODA RAZÃO JOÃO. A EDUCAÇÃO VEM COM O HÁBITO. CERTA VEZ FUI AO HOT PARK EM CALDAS NOVAS E FIQUEI IMPRESSIONADO COM A LIMPEZA DO LUGAR, NÃO HAVIA UM PAPELZINHO DE BALA NO CHÃO, TAMBÉM POR TODOS OS LADOS SE VIA UMA LIXEIRA, ENTÃO PORQUE JOGAR O LIXO NO CHÃO, NÃO É? EM GRAMADO NO RS, TAMBÉM É ASSIM. ABRAÇO. WILSON

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s